LOADING

Type to search

Share

De acordo com o ministro do Comércio chinês, Chem Deming, em 2015 a China irá assumir o posto de maior mercado consumidor do mundo. Isso significa que as vendas no varejo poderão ultrapassar a marca de US$ 5 tri no ano projetado. Atualmente, a China ocupa a quarta posição neste ranking de grandes consumidores mundiais*. Em termos de volume são mais de US$ 419 bi. De olho nesse mercado, que vem tomando forma desde a década de 1980, os “Clubes de Futebol” europeus vem, há anos, realizando suas pré-temporadas em território asiático. Graças ao tempo dedicado ao mercado chinês, uma pesquisa realizada pela Forbes aponta o “Manchester United” como a maior torcida do mundo, sendo 108 milhões os seus torcedores chineses.

 

A representatividade dos grandes “Clubes do Futebol” mundial é tão grande que a gigante do automobilismo norte americano, a Chevrolet, anunciou essa semana que está deixando o “Futebol Americano” para investir no “Futebol” (Soccer) e se associou ao “Manchester United” para levar sua marca ao redor do globo. Com essa estratégia a Chevrolet pretende ganhar mais mercado na Grã Bretanha, onde apenas 0,9% dos veículos levam a marca. Além de se tornar mais conhecida na Inglaterra, o investimento no futebol também pretende fortalecê-la no mercado chinês, apesar de ela já ser a marca internacional que mais vende no país. Mas, a decisão de deixar o “Futebol Americano” para o “Futebol Convencional” também é consequência da maior visibilidade que o esporte bretão tem quando comparado ao esporte norte-americano: enquanto o “Super Bowl”, a final do “Futebol Americano”, alcançou a marca de 100-115 milhões de espectadores, o “Derby de Manchester” (“Manchester United” x “Manchester City”) teve, aproximadamente, 600 milhões de acompanhantes da partida.

Mas não apenas os ingleses e os norte-americanos estão se aproveitando da realidade que o mercado consumidor chinês representa. O Futebol da Espanha também está se aproveitando da expansão para o Oriente e a partir da temporada 2013 a partida da “Supercopa da Espanha”, jogo único no qual os campeões da “Liga Espanhola” e da “Copa do Rei”, será disputada em território chinês. O Acordo firmado entre a “Federação Espanhola” e a empresa “United Vansen International Sports” garante 30 milhões de Euros para a Federação pelas partidas que serão realizadas em território chinês.

No Brasil, o “São Paulo Futebol Clube” tentou inserir sua marca na China ainda no começo dos anos 2000, abrindo uma escola com o nome do clube no país, misturando brasileiros e chineses, mas a expansão da marca não teve sucesso por causa do “calendário da CBF” que não disponibiliza muitas datas para os times realizarem pré-temporadas mais longas.

Mais recentemente, o clube Corinthians optou por uma estratégia diferente: ao invés de ir à China, trouxe a China para o Brasil. A contratação do jogador Zhizao foi uma tentativa da equipe paulista de tornar seu nome mais conhecido no maior país do mundo. Ainda não se sabe se o clube brasileiro alcançará o sucesso esperado na China, mas já é uma realidade a expansão do esporte mais popular do mundo para o país mais populoso da Terra.

————–

Fontes:

* Ver Análise “Distribuição de renda na China e o futuro econômico do país”, de Fabrício Bomjardim, publicada hoje, as 11h30,

————–

Ver:

http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-espanhol/noticia/2012/06/supercopa-da-espanha-em-2013-vai-ser-disputada-na-china.html

Ver:

http://globoesporte.globo.com/platb/olharcronicoesportivo/2012/01/03/o-sonho-e-a-realidade-da-entrada-no-mercado-chines/

Ver:

http://trivela.uol.com.br/especial/marketing/china-terra-vista

Ver:

http://www.wavefestival.com.br/home/marketing/noticias/2012/01/02/Marketing-pede-e-chines-acerta-com-o-Corinthians.html

Ver:

http://www.valor.com.br/internacional/2679126/china-pode-ser-maior-mercado-consumidor-do-mundo-em-2015

Ver:

http://www.frbatlanta.org/pubs/econsouth/05q2-portugues_o_crescimento_economico_da_china.cfm

Ver:

http://espn.estadao.com.br/santos/post/259791_A+MAIOR+TORCIDA+DO+MUNDO

Ver:

http://www.thefiscaltimes.com/Articles/2012/06/01/GMs-Mancheste-United-Strategy-The-Goal-Is-China.aspx#page1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.