LOADING

Type to search

Share

Em visita a Guatemala, o Ministro de Relações Exteriores da Rússia, Serguéi Lavrov, emitiu um pedido oficial aos países membros do Sistema de Integração Centro Americana (SICA) para que esta organização leve em consideração a solicitação de tornar a Rússia em observador extra regional[1].

 O Chanceler Russo afirmou que “faz tempo que a Rússia está aumentando as relações com os países do SICA, no entanto, hoje conseguimos alcançar uma nova etapa no nível qualitativo desta relação[1]. A decisão da SICA ainda não foi tomada e a solicitação será analisada o mais rápido possível.

Adicionalmente, o Governo russo também anunciou que irá instalar na Nicarágua um centro regional para a formação de funcionários de segurança e policiais da América Central na luta contra o tráfico de drogas e o terrorismo[2]. De acordo com as autoridades russas, o apoio da Rússia iria aumentar a participação de outros países da região. Para a Guatemala, a Federação Russa pretende oferecer bolsas de estudo, fortalecer a polícia guatemalteca na proteção dos cidadãos e entrar na luta contra as drogas.

Analistas de política internacional comentam que “para a Rússia, geopoliticamente, a região da América Central é fundamental, se o país conseguir concretizar esta aproximação, seria um golpe aos Estados Unidos, já que a América Central sempre foi um pátio dos Estados Unidos[2].

——————————————————————————————-

Imagem O chanceler Russo Serguei Lavrov, se reuniu com chanceleres centro americanos com o objetivo de ganhar mais presença na região” (Fonte):

http://www.laprensagrafica.com/2015/03/27/rusia-busca-acercarse-a-centroamerica

——————————————————————————————-

[1] Ver:

http://www.laprensagrafica.com/2015/03/27/rusia-busca-acercarse-a-centroamerica

[2] Ver:

http://www.elnuevodiario.com.ni/politica/356383-rusia-propone-adiestrar-policias-centroamerica/

Laura Elise Messinger - Colaboradora Voluntária Júnior 1

Mestre em Relações Internacionais- IHEID (Genebra, Suíça) e Mestre em Estudos Avançados de Organizações Internacionais- UZH (Zurique, Suíça). Bacharel em Relações Internacionais -Unilasalle (Canoas, RS), intercâmbio na UNICAH (Tegucigalpa, Honduras). Especialidades: direitos humanos, direito internacional humanitário, segurança e paz, democratização e América Central. Experiências profissionais: ONU (DPA- MSU), BID (segurança cidadã) e ONG Geneva Call – Suíça.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.