LOADING

Type to search

Abertura da “Assembleia da OMPI” reforça papel da inovação como indutora do crescimento

Share

O atual panorama econômico e tecnológico reforça a necessidade de um quadro de normas que assegure a proteção da propriedade intelectual de maneira a amparar a inovação, defendeu o diretor-geral da “Organização Mundial da Propriedade Intelectual” (OMPI), Francis Gurry, em seu discurso de abertura das “Assembleias Anuais” em 1º de outubro, em Genebra.

Com a crescente importância da inovação para o crescimento econômico, o maior acesso à criação de patentes e a “mudança na geografia da produção econômica e tecnológica”*, o cenário para a propriedade intelectual sofreu diversas transformações que a colocaram no centro do sucesso econômico, visto que a “propriedade intelectual capta o valor econômico da inovação”*.

 

Dessa forma, a importância da propriedade intelectual fez com que aumentasse consideravelmente o investimento em pesquisa e desenvolvimento, trazendo consigo um “campo de batalha para a competição intensa”**, em que se inaugura a guerra de patentes”**. Nesse contexto, o diretor afirmou que “as regras devem proporcionar condições de igualdade e devem salvar-nos da tentação de cair em formas de protecionismo tecnológico”**.

Além dessas declarações, Gurry apresentou um relatório sobre as atividades realizadas pela OMPI em 2011**. Os 185 países membros da organização estarão reunidos na “Assembleia Anual” entre 1º e 9 de outubro e negociarão exceções para direitos autorais, regulamentação para o design industrial e instrumentos legais para proteção de recursos genéticos, conhecimentos tradicionais e expressões culturais tradicionais.

—————————-

Fontes:

* Ver:

http://ictsd.org/i/news/bridgesweekly/146505/

** Ver:

http://www.wipo.int/pressroom/en/articles/2012/article_0021.html

Tags:
Isabella Soares Curce - Colaboradora Voluntária

Graduada em Relações Internacionais pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) – campus Franca. Com atuação focada na área de Marketing Internacional, foi membro do Grupo de Estudos de Marketing Internacional (MKI), atuando também com a questão da inserção internacional de produtos agropecuários, além do mercado de luxo. No CEIRI NEWSPAPER escreve sobre temas relacionados ao Comércio e Economia Internacional.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!