LOADING

Type to search

Agência de Risco rebaixa o rating da dívida soberana do Japão

Share

No dia 1o de dezembro, a agência de classificação de risco Moodys rebaixou[1] o rating da dívida soberana do Japão para o nível A1. Após o anúncio, a moeda do país, o Iene, teve a maior desvalorização frente ao dólar, em sete anos. A Agência informou que o aumento das incertezas sobre a capacidade do país cumprir sua meta de redução de débito influenciou na decisão de rebaixamento.

A Moodys ressaltou que o déficit e a dívida do Japão continuam altos e a consolidação fiscal se tornará cada vez mais difícil de ser atingida com o tempo, isso se deve em especial aos gastos governamentais em programas sociais associados à população em envelhecimento que, com o tempo, só tende a ampliar.

O anúncio de rebaixamento ocorreu um dia antes do início da campanha para as eleições antecipadas para a Câmara Baixa do Japão. O atual primeiro-ministro japonês Shinzo Abe tentará renovar seu mandato e as Eleições foram convocadas[2] por Abe como tática para obter apoio em sua estratégia econômica para tirar o país da deflação crônica, por meio de estímulos fiscais, flexibilização monetária e investimentos públicos.

A Agência de Risco indicou que as medidas propostas por Abe podem até ajudar a economia no curto prazo, mas torna mais difícil para o Japão alcançar sua meta de equilibrar o Orçamento até 2020.

—————————————————————————

Imagem (Fonte):

Wikipedia

—————————————————————————

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://www.bbc.com/news/business-30279644

[2] Ver:

http://oglobo.globo.com/economia/primeiro-ministro-japones-anuncia-dissolucao-de-parlamento-eleicoes-antecipadas-14588865

Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.