LOADING

Type to search

Após anúncio de ajuda financeira, risco espanhol atinge maior patamar da “Era do Euro”

Share

A agência de medição de riscos “Fitch” aplicou ontem, 12 de junho, uma baixa em massa na qualificação da dívida de longo prazo de 18 Bancos espanhóis, logo após cortar em dois graus a classificação dos dois maiores grupos, o “BBVA” e o “Santander”, no dia 11 de junho.

Em comunicado, a empresa justifica sua decisão com a própria redução da qualificação da Espanha na semana passada e com a possível deterioração da “Bolsa de Crédito” de alguns Bancos, caso a situação econômica piore ainda mais.

 

Ainda no dia 12 de junho, a remuneração dos títulos da dívida espanhola com prazo de dez anos atingiu um novo patamar recorde, sendo negociados a juros de 6,8% (taxa anual) no mercado. Essa taxa está muito próxima do patamar de 7%, considerado “perigoso” por analistas econômicos, por praticamente inviabilizar que um país continue a se financiar na praça financeira.

Essa nova marca histórica reflete a onda de pessimismo dos mercados em relação ao cenário da Espanha, apesar da ajuda de € 100 bilhões (US$ 125 bilhões) anunciada pelo Bloco europeu.

——————————————

Fontes Consultadas:

Ver:

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1103676-fitch-rebaixa-nota-de-18-bancos-da-espanha-apos-ajuda-financeira.shtml

——————————————

Ver Também:

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1103498-risco-espanhol-atinge-maior-patamar-da-era-do-euro.shtml

Ver Também:

http://bit.ly/LHXBoe

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.