LOADING

Type to search

Share

A Islândia é uma República Constitucional composta por um sistema multipartidário e com o Estado apresentando a clássica divisão de três Poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Seu Chefe de Estado é o Presidente, o qual é eleito a cada quatro anos, mediante voto popular direto e sem limitações de mandatos. É de escolha do Presidente do país o ocupante do cargo de Primeiro-Ministro, por meio da concessão de autoridade ao líder do maior partido político, sob cuja responsabilidade estará a formação do Gabinete Ministerial.

Nestas próximas eleições, o país possui diversos candidatos, dentre os quais quatro destacam-se nas pesquisas: Gudni Th. Johannesson, com 54,8% das intenções de votos; David Oddsson, com 19,7%; Andri Snær Magnusson, com 12,3%; e Halla Tomasdottir, com 9,5%. Cada político tem sua própria bandeira e defende propostas distintas para a Islândia.

O perfil e ideias dos dois principais candidatos são:

(1) Gudni Johannesson é historiador e professor da Universidade da Islândia. Em sua plataforma política afirma que o papel do Presidente islandês é servir a todos igualmente, promover a unificação, e ser um porta-voz da nação no mundo. Ou seja, acredita que o papel é ser mais protocolar. Conforme declarou: O presidente deve ter ligações estreitas com todos no país.

(2) David Oddsson é ator, jurista e editor do Jornal Morgunblaðið. Como político, trabalhou na qualidade de Prefeito de Reykjavik, Ministro dos Negócios Estrangeiros e foi a pessoa que por mais tempo ocupou o cargo de Primeiro-Ministro. Ao que tudo indica, a plataforma política de Oddsson é fixada nos valores liberais e conservadores do país, e o mesmo aposta em sua trajetória à frente de cargos públicos como a grande vantagem, conforme demonstra sua afirmação: Eu espero que a minha experiência e conhecimento possam ser adequados para este trabalho.

Conforme apontam analistas, a possibilidade de vitória de Johannesson é expressiva, pois o mesmo defende um discurso de aproximação e de representatividade no país, enquanto Oddsson é visto por alguns como uma má opção, por causa de sua gestão no Banco Central Islandês, mais precisamente, por causa da implementação de políticas liberais no sistema financeiro, que sofreu perdas consideráveis durante a Crise de 2008. Porém, os demais candidatos, Andri Magnusson e Halla Tomasdottir, podem vir a tornarem-se mais atrativos aos eleitores, visto que, respectivamente, possuem políticas de forte conteúdo ambiental e feminista. Neste momento, cabe apenas acompanhar os desdobramentos das eleições de 25 de junho e aguardar para saber a tendência que pautará a política de Reykjavik nos próximos anos.

———————————————————————————————–

ImagemIslândia” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/b/bb/Iceland_in_Europe.svg/1401px-Iceland_in_Europe.svg.png

———————————————————————————————–

Fontes consultadas, para maiores esclarecimentos:

[1] Guðni perdeu terreno” (Acesso: 10.06.2016):

http://www.mbl.is/frettir/kosning/2016/06/03/gudni_missir_fylgi/

[2] Gudni Th. Jóhannesson” (Acesso: 10.06.2016):

http://gudnith.is/is/front-page/

[3] Gudni Arcos à pressão, quadros para Presidente” (Acesso: 13.06.2016):

http://icelandreview.com/news/2016/05/06/gudni-bows-pressure-stands-president

[4] Oddsson é o melhor jogador do país?” (Acesso: 10.06.2016):

http://kjarninn.is/skodun/2016-05-30-er-david-oddsson-besti-knattspyrnumadur-thjodarinnar/

[5] Visão: Andri Snær” (Acesso: 10.06.2016):

http://andrisnaer.is/2016/avarp/

[6] Bessastadir precisa de uma mãe e de um capitão” (Acesso: 10.06.2016):

http://kjarninn.is/folk/2016-05-13-bessastadir-thurfa-fyrirlida-og-modur/

Bruno Veillard - Colaborador Voluntário Júnior

Mestrando pelo Programa de Pós-graduação em Sociologia e Política (PPG-SP), e Bacharel em Relações Internacionais pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro vinculado a Universidade Cândido Mendes (IUPERJ/UCAM). Atua na produção de notas analíticas e análises conjunturais na área de política internacional com ênfase nos países Nórdico-Bálticos e Rússia.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!