LOADING

Type to search

Share

Shintaro Ishirara, o prefeito da capital japonesa, Tokyo, fez o comunicado de que um grupo de autoridades do Japão deverá partir para o conjunto de ilhas que formam o “Arquipélago de Diaoyu”, ilhas conhecidas no Japão como Senkaku.
O time de autoridades partiu neste final de semana para realizar uma pesquisa na região, mesmo com o Governo central não permitindo que barcos atraquem nas ilhas para evitar conflitos com a China. No mesmo momento em que a equipe do Japão partiu para o Arquipélago, Beijing já se manifestou em relação à pesquisa: considerou-a ilegal.

O Japão já tentou negociar a compra das ilhas que são reivindicadas por chineses e por taiwaneses, mas até hoje não obteve sucesso. O conjunto de ilhas tem riquezas energéticas e pesqueiras e está na região de fronteira entre os países interessados, porém, o Japão tem a história pesando contra as suas reivindicações.
No mês passado, o noticiário chinês divulgou um mapa antigo do Japão, comprado por turistas e estudantes chineses que viveram uma boa parte de suas vidas em território japonês. Nele não constam as ilhas de Diaoyu.

Com este mapa e outros antigos de ambos países, desde as grandes guerras do século XIX no continente, Tokyo vem ficando cada vez mais sem elementos que possam ser usados favoravelmente em relação aos seus planos de conseguir administrar a ilha.
—————————
Fontes:
Ver:
http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,autoridades-visitarao-ilhas-disputadas-por-japao-e-china,924581,0.htm
Ver:
http://portuguese.cri.cn/561/2012/09/02/1s155653.htm
————————–

Foto (Reprodução “CRI”):

http://jornal.ceiri.com.br/wp-content/uploads/2012/09/afdea26b38d14548920261b8074ab6fc.jpg

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!