LOADING

Type to search

Banco Central do Japão reforça medidas de recuperação econômica

Share

No dia 14 de junho de 2011, terça-feira, em comunicado oficial, o “Banco Central do Japão” (BoJ) anunciou que irá manter a taxa básica de juros entre 0,0% e 0,1% e expandirá em 500 bilhões de ienes (USD 6,23 bilhões) os empréstimos a taxas reduzidas para recuperar a economia. Há anos o país vem enfrentando sérios problemas de deflação. O terremoto e o tsunami de março desse ano agravaram a situação econômica japonesa.

 

De acordo com a agência Reuters, pela primeira vez em três meses, o presidente do “Banco Central do Japão” (BoJ), Masaaki Shirakawa, consegue ver uma leve recuperação da economia japonesa. Para ele, os produtores locais estão voltando à ativa e as cadeias de abastecimento já estão superando os desastres do terremoto.

Em junho de 2010, para impulsionar a economia, o BoJ criou uma linha de crédito que concede até 3 trilhões de ienes (USD 37,3 bilhões) para Bancos privados à taxa de 0,1%. Da expansão anunciada no dia 14 de junho de 2011, cada instituição financeira poderá utilizar adicionalmente até 50 bilhões de ienes (USD 623 milhões) à taxa 0,1% ao ano, com duração máxima de quatro anos. No comunicado oficial, foi mostrada grande expectativa de que o Japão retome sua recuperação no segunda metade do ano fiscal de 2011, amparada pelo aumento das exportações.

Tags:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!