LOADING

Type to search

Bolívia assume Presidência Pró-Tempore da Unasul

Share

No dia 12 de abril de 2018, a Bolívia recebeu a administração da Presidência Pró-Tempore (PPT) da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) das mãos da Argentina. O ato solene de passagem de mando ocorreu em Lima, no Peru, um dia antes do início oficial da Cúpula das Américas. Na cerimônia estiveram presentes o Ministro de Relações Exteriores e Culto da Bolívia, Fernando Huanacuni, quem recebeu a PPT em representação boliviana; o Ministro de Relações Exteriores e Culto da Argentina, Jorge Faurie, responsável pela transferência de posse; e o Ministro de Relações Exteriores do Peru, Néstor Popolizio.

Presidente Evo Morales durante conferência de imprensa no Palácio de Governo

Pelos próximos dois anos, caberá ao governo do presidente Evo Morales tentar retomar o plano de avanços na integração regional defendido pela Unasul, mas que ficaram parados desde dezembro de 2016. Data dessa época o último Secretário Geral (SG) que o organismo internacional sul-americano teve, o ex-Presidente colombiano, Ernesto Samper Pizano. Desde a saída de Samper do comando da Secretaria Geral, os 12 países que compõem a instância internacional não conseguiram se pôr de acordo quanto a quem será a próxima pessoa a ocupar o cargo.

O principal nome proposto para ser o novo Secretário Geral da Unasul é o de José Octavio Bordón, atualmente Embaixador da Argentina no Chile. O principal entrave para tal indicação seria a recusa venezuelana em aceitar um SG diretamente vinculado ao governo de Mauricio Macri, visto como inimigo da soberania do país bolivariano.

Nos dias seguintes à entrega da PPT à Bolívia, o presidente Evo Morales reafirmou o compromisso boliviano para com a Unasul e com a América do Sul de retomar a integração regional baseada no princípio de promoção de uma cidadania sul-americana. Dentro desse compromisso de grande escala, Morales e o Ministro da Presidência da Bolívia, Alfredo Rada, acreditam que o país tem uma excelente oportunidade para impulsionar algumas agendas diretamente vinculadas com a cooperação entre países do subcontinente.

Dentre algumas das reivindicações bolivianas, vale destacar: a disseminação do “modelo nacional antidrogas” boliviano, com potencial para ser adaptado e implementado nos países que compõem a Unasul; a integração energética, seja mediante novos acordos de exploração e venda de fontes energéticas (ex. lítio boliviano); a construção do trem bioceânico que pretende unir os portos de Santos, no Brasil, e o Porto de Ilo, no Peru, chegando a beneficiar até 5 países diretamente.

Sede da Secretaria Geral da Unasul na Metade do Mundo, Equador

Antes de poder começar a realizar ações em prol de sua agenda para o organismo, a Presidência Pró-Tempore boliviana terá que lidar com divergências internas dentro da instituição. Mais de uma vez já se ouviu falar que alguns países da Unasul estão descontentes com os rumos que a organização vem seguindo – leia-se congelamento de ações dada a ausência de SG.

O Grupo de Lima é quem capitaneia o inconformismo com o organismo, isso transparece na aproximação de alguns de seus membros com outros organismos internacionais, de escopo mais voltado para o “global” e menos para o “regional”. Casos, por exemplo, de Argentina, Brasil e Colômbia que buscam seu ingresso na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e flertam com outras instâncias, como o G20, ou partem para ações voltadas para o bilateral.

Caberá à capacidade diplomática da PPT boliviana a desafiadora tarefa de reconciliar os ânimos na América do Sul e mostrar que o consenso na região é possível, sim. Resta esperar para saber se, mesmo em um momento de tanto divergência política entre os países sul-americanos, a meta de promover ideias de integração e cidadania sul-americanas eram atingíveis ou não passavam de uma proposição circunstancial.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Chanceler Fernando Huanacuni junto de seus homólogos de Argentina y Peru” (Fonte):

http://www.cancilleria.gob.bo/webmre/noticia/2443

Imagem 2 Presidente Evo Morales durante conferência de imprensa no Palácio de Governo” (Fonte):

http://www.presidencia.gob.bo/#prettyPhoto[gallery2]/6/

Imagem 3 Sede da Secretaria Geral da Unasul na Metade do Mundo, Equador” (Fonte):

https://es.wikipedia.org/wiki/Unasur#/media/File:Sede_de_Unasur.jpg

Sergio Dorfler - Colaborador Voluntário

Sergio Alejandro Dorfler Bustamante (Bolívia) - De nacionalidade boliviana, é Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília. Possui experiência e interesse nas áreas de Integração Regional Sul-Americana, Democracia na América Latina, Pensamento Social e Político Latino-Americano e Modelos Alternativos de Desenvolvimento.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.