LOADING

Type to search

Brasil e Angola poderão ampliar cooperação bilateral

Share

Angola e o Brasil realizaram* no dia 5 de dezembro, em Brasília, um ciclo de negociações ministeriais para reforçar a cooperação bilateral.

De acordo com nota oficial do “Itamaraty”**, os debates entre o ministro das “Relações Exteriores” de Angola, Georges Chikoti, e seu homólogo brasileiro, Antonio Patriota, se deram no contexto da “Parceria Estratégica Brasil-Angola”, acordada em junho de 2010. Entre os temas examinados, figuraram educação, saúde, “cooperação em agricultura”, “gestão pública”, “ciência e tecnologia”, energia e indústria.

 

Assuntos migratórios e consulares e o processo de adesão da Guiné-Equatorial como membro pleno da “Comunidade dos Países de Língua Portuguesa” (CPLP) também foram citados, mas sem divulgação de detalhes.

Durante a visita de Dilma Rousseff a Angola, de 19 a 20 de Outubro, o Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, fez saber que conta com o auxílio da cooperação brasileira para desenvolver os setores da agroindústria, “materiais de construção”, energia, “indústria estruturante e pesada”, além do ensino na área da saúde.

——————————-

* Ver:

http://jornaldeangola.sapo.ao/20/0/brasilia_e_luanda_abrem_negociacoes_para_reforco_da_parceria_estrategica

** Ver:

http://www.itamaraty.gov.br/sala-de-imprensa/notas-a-imprensa/visita-do-ministro-das-relacoes-exteriores-de-angola-georges-chikoti-brasilia-5-de-dezembro-de-2011

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!