LOADING

Type to search

[:pt]Brasil e Nações Unidas apoiarão a criação de Centros de Referência em Censos na África[:]

Share

[:pt]

Entre os dias 2 e 5 de maio, representantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) se reuniram com especialistas de Cabo Verde e do Senegal, com o intuito de criar Centros de Referência em Censos com Coleta Eletrônica de Dados na África. De acordo com o Portal das Nações Unidas no Brasil, a iniciativa visa a capacitação das instituições nacionais de estatísticas participantes do projeto – Senegal e Cabo Verde – para que a coleta futura de informações seja feita através de tecnologias digitais, como já ocorre com o IBGE.

A iniciativa tem dois propósitos. Em primeiro lugar, habilitar as nações da África para coletar os dados já no formato digital para os censos de 2020. Isto reforça o comprometimento das agências das Nações Unidas e dos governos na capacitação e na transferência de tecnologias para garantir a disponibilidade de dados e, consequentemente, o maior conhecimento das realidades locais, regionais e nacionais, estratégias presentes no Relatório sobre a Revolução dos Dados. Em segundo lugar, a iniciativa também pretende ajudar ao menos 18 países nas ações referentes ao recolhimento de dados nos próximos anos.

A participação do IBGE na cooperação horizontal não é um fenômeno novo. De acordo com Celso Soares, vice-presidente do Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde (INECV), o instituto brasileiro já colaborou na realização do censo de Cabo Verde em 2010 e emprestou palmtops utilizados na coleta dos dados.

De acordo com a página eletrônica da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), o instituto também atuou em outros projetos, como: 1) na identificação das necessidades Angolanas nas áreas de Censos, Pesquisas de Tecnologia de Informação e Planejamento Estratégico; 2) no apoio ao Instituto Liberiano de Estatística e de Serviços de Geoinformação; 3) no apoio à implementação de um Instituto Nacional de Estatística na República Dominicana; 4) no apoio técnico ao Instituto Haitiano de Estatística e Informática para o recenseamento geral populacional e habitacional.

———————————————————————————————–                    

Imagem 1 Logo of UNFPA” (Fonte):

https://commons.wikimedia.org/wiki/File%3AUNFPA_logo.svg

Imagem 2 Big Datas definition illustrated with texts” / “A definição de Big Data ilustrada com textos” (Fonte):

https://commons.wikimedia.org/wiki/File%3ABigData_2267x1146_trasparent.png

Imagem 3 Celular é principal meio de acesso à internet no Brasil, mostra estudo” (Fonte):

https://fotospublicas.s3.amazonaws.com/wp-content/uploads/2016/04/BDLS_celularprincipalmeiointernet_20160406_010381.jpg

[:]

João Antônio dos Santos Lima - Colaborador Voluntário

Mestre em Ciência Política na Universidade Federal de Pernambuco e graduado em Relações Internacionais na Universidade Estadual da Paraíba. Tem experiência como Pesquisador no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) no projeto da Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional (Cobradi). Foi representante brasileiro no Capacity-Building Programme on Learning South-South Cooperation oferecido pelo think-tank Research and Information System for Developing Countries (RIS), na Índia; digital advocate no World Humanitarian Summit; e voluntário online do Programa de Voluntariado das Nações Unidas (UNV) no projeto "Desarrollar contenido de opinión en redes sociales sobre los ODS". Atualmente, mestrando em Development Evaluation and Management na Universidade da Antuérpia (Bélgica) e Embaixador Online do UNV na Plataforma socialprotection.org.

  • 1

Deixe uma resposta