LOADING

Type to search

“Caças F-16” continuam sendo motivo de discussão triangular entre EUA-CHINA-TAIWAN

Share

Segundo publicações do jornal “The Washington Post” (versão impressa do dia 28 de abril) e do “The Wall Street Journal” (também do dia 28 de abril): “U.S. Says It Is ‘Seriously Considering’ Selling More F-16 Fighters to Taiwan” (EUA diz que está ‘considerando seriamente’ vender mais caças F-16 para Taiwan)*. Os “Estados Unidos” não pretendiam apenas atualizar os caças F-16 que pertencem a “Força Aérea de Taiwan”, mas sim vender novos.

 

A discussão voltou à tona quando uma carta de um Senador norte-americano, que prometia que seu país venderia novos caças a Taiwan (Formosa), foi publicado pela imprensa. A publicação gerou novos atritos verbais entre a potência do Ocidente e o gigante asiático, a China, uma semana antes do encontro entre autoridades de alto nível EUA-China.

Atualmente Xi Jingping, vice-presidente chinês, que está avaliando o desenvolvimento das relações bilaterais sino-americanas,  tem por objetivo aumentar a confiança mútua entre os dois lados. Além dele, o ministro do Comércio, Chen Demin, afirmou durante o “4º Diálogo Estratégico e Econômico Sino-Norte-Americano”, que para o comércio entre os dois países seguir adiante, ele deverá ser despolitizado.

Agora, os analistas político-econômicos aguardam o fim do Fórum para avaliar se as intenções de venda de equipamentos bélicos estadunidenses para Formosa poderão ou não afetar as tentativas de melhoria no relacionamento entre ambos os Estados.

—————

Fontes:

Ver:

http://online.wsj.com/article/SB10001424052702304811304577371473786876812.html

Ver:

http://www.aereo.jor.br/tag/f-16-cd-taiwan/

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!