LOADING

Type to search

CEIRI in loco – Associação taiwanesa leva “saúde” para população carente

Share

A população do bairro de “Amador Bueno”, na cidade de Itapevi – SP, foi beneficiada com um “mutirão” de saúde, educação e solidariedade realizado pela “Associação Budista de Beneficência e Assistência Social Tzu Chi”. A Associação taiwanesa, contando com a colaboração de voluntários taiwaneses, descendentes, brasileiros e nipo-brasileiros e apoiados pela “Prefeitura de Itapevi” atendeu a mais de 500 cidadãos que estão longe de uma vida de “bem-estar” social.

 

O mutirão realizado no domingo (15 de abril) nesta cidade paulistana, contou com a presença da banda da “Guarda Municipal de Itapevi” e levou um “centro médico móvel” para atender os locais, concedendo algumas terapias típicas chinesas,  tratamento dentário, oftalmologista, clínica geral,  assistência jurídica e social e palestras educativas relacionados a saúde.

Todo o ambiente foi construído com equipamentos modernos de diferentes especialidades, assim como aparelhagem de dentistas, equipamentos para a realização de sonografia, exames oftalmológicos dentre vários, cujos equipamentos, concedidos pela “Associação Tzhu Chi” e pelos profissionais que participaram do Mutirão.

Além do atendimento ao público que compareceu a “unidade de atendimento”, a Associação levou ajuda à sociedade em suas residências, mesmo em locais de difícil acesso.

Em muitos lugares de Taiwan, do Brasil e dos demais países onde está presente, a entidade realiza parcerias com “Agências Sociais” locais para que façam um levantamento das necessidades e dificuldades da população e os comunica aos responsáveis da “Tzu Chi”. Com informações e dados socio-econômicos das regiões mais carentes, a Associação busca parcerias com instituições, governo e também com a doação de simpatizantes em todo o mundo para buscar meios de melhorar a saúde e a educação dos carentes.

Todo o trabalho realizado pela entidade, a exemplo do que ocorreu em Itapevi, exige um trabalho voluntário de profissionais e estagiários da saúde para ter mão-de-obra eficiente e eficaz dentro de suas limitações. Junto com o trabalho voluntário, ela recebe doações de taiwaneses, brasileiros e em algumas ocasiões recebe apoio do Governo de Formosa para a promoção de projetos sociais.

A renda adquirida pela Entidade é revertida na restauração de equipamentos hospitalares para serem reutilizados nas ações comunitárias. Além disso, faz a compra de cestas básicas, roupas, fraudas, cadeiras de rodas entre outros, de acordo com os tipos de projetos e realidades que serão beneficiados pelos Projetos. Este último mutirão apresentou tais elementos da forma como trabalha a “Tzu Chi”.

Na parceria com a “Prefeitura de Itapevi” e de “Escolas Municipais”, recebeu informações sobre famílias sem condições financeiras, abaixo da linha da pobreza, identificando famílias de alunos com problemas físicos e mentais, com problemas de nutrição, problemas sociais, algo que motivou os voluntários da Entidade a doar alimentos e objetos de uso pessoal para a população.

Acompanhando de perto o evento solidário realizado, foi possível observar pessoas sem condições de preservar sua saúde, diante da inexistência de esgoto, luz, água encanada, vários sem alimentos mínimos para garantir a sobrevivência da família. Nesta data, algumas famílias receberam cestas básicas, sendo entregues mais de 15 cestas e fraudas para famílias com crianças pequenas.

Tais ações serão monitoradas, com um acompanhamento das famílias atendidas, entendendo suas necessidades, para que a Entidade não ofereça apenas recursos para alimentação, mas possa levar para os “chefes financeiros” destas famílias, cursos e treinamentos, visando abrir-lhes o “mercado de trabalho”, por meio de uma profissão, para que tenham como manter-se sem a necessidade de ajuda.

A “Tzu Chi” já realizou este tipo de trabalho no em outros lugares no interior paulista, em regiões atingidas pelas enchentes no estado do “Rio de Janeiro”, ocorridas neste e no ano passado. A Entidade que existe a mais de 40 anos em todo o mundo e no Brasil tem sua cede na cidade de São Paulo, conta com uma base fixa que oferece cursos e tratamentos médicos gratuitos aos carentes. Esta, assim como outras entidades internacionais, apresentam um lado das “Relações Internacionais”, complementar às tradicionais áreas trabalhadas, como a política e a econômica. Ela atua com a cultura, educação e solidariedade e adota procedimentos da “Cooperação Internacional” e princípios dos “Direitos Humanos”.

—————————

Fontes:

Trabalho Jornalístico in Locu: Fabricio Bomjardim

Fotos: Fabricio Bomjardim

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!