LOADING

Type to search

CEPAL defende Brasil perante as críticas de protecionismo

Share

Na última quinta-feira, 13 de setembro, a “Comissão Econômica para América Latina e Caribe” (CEPAL) defendeu o “direito à proteção” do Brasil diante das acusações de “protecionismo” sofridas internacionalmente após o anúncio da elevação do “Imposto de Importação”, como ocorrido na semana passada na “Organização Mundial do Comércio” (OMC) com o posicionamento dos “Estados Unidos” sobre essa questão.

O governo está tentando dar apoio aos produtos locais. É válido o direito de proteger sua economia”*, disse a secretária-executiva do organismo das Nações Unidas, Alicia Bárcena, em teleconferência no México. Ela sustentou ainda que medidas como essas devem ser utilizadas apenas com prazo determinado e acompanhadas de investimentos e incentivos à exportação.

 

Paralelamente, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, também apoiou na sexta-feira a política de defesa comercial afirmando que “o mercado interno brasileiro é objeto de cobiça no mundo inteiro. Devemos defendê-lo com aquilo que está dentro das regras da OMC” **. Pimentel destacou, além disso, os esforços realizados em busca de ganhos em competitividade, como o “Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego” (Pronatec); os créditos oferecidos pelo “Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social” (BNDES) e os cortes no setor de energia elétrica.

———————-

Fontes:

* Ver:

http://www.valor.com.br/brasil/2829178/cepal-defende-direito-protecao-usado-pelo-brasil-contra-importados#ixzz26kDa2iJp

** Ver:

http://www.valor.com.br/brasil/2830806/pimentel-nega-protecionismo-e-diz-que-pais-segue-regras-da-omc#ixzz26kHKxB91

Tags:
Isabella Soares Curce - Colaboradora Voluntária

Graduada em Relações Internacionais pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) – campus Franca. Com atuação focada na área de Marketing Internacional, foi membro do Grupo de Estudos de Marketing Internacional (MKI), atuando também com a questão da inserção internacional de produtos agropecuários, além do mercado de luxo. No CEIRI NEWSPAPER escreve sobre temas relacionados ao Comércio e Economia Internacional.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!