LOADING

Type to search

China sedia Fórum da Nova Rota da Seda

Share

A China sediou nos dias 14 e 15 de maio (2017) o Fórum da Nova Rota da Seda (Belt and Road Summit), uma grande conferência visando discutir e apresentar novos rumos para este plano de investimentos que foi anunciado oficialmente no ano de 2013. Os projetos de construção de infraestrutura envolvem diversas áreas, tais como ferrovias de alta velocidade, portos, aeroportos, gasodutos e oleodutos, além de usinas de energia. A Nova Rota da Seda deverá se estender por mais de 60 países, compreendendo 62% da população global e cerca de 30% do PIB mundial.

Mandatário chinês, Xi Jinping. Fonte: Wikipedia

O evento contou com a participação de representantes de mais de 100 países, incluindo 30 Chefes de Estado, além de funcionários da ONU, do Banco Mundial e do FMI. Nos últimos anos, a iniciativa produziu acordos com mais de 40 países e uma série de 900 projetos de infraestrutura se encontram em negociação. Até o momento, US$ 50 bilhões foram investidos na consolidação desta iniciativa, sendo que no presente Fórum o mandatário chinês Xi Jinping anunciou o investimento de US$100 bilhões nos próximos dois anos.

O pacote adicional de investimentos será dirigido pelo Banco de Exportações e Importações da China (China Eximbank) e pelo Fundo da Nova Rota da Seda, organismo criado especificamente para esta iniciativa. O Banco Asiático de Infraestrutura e Investimento (AIIB) atua de forma complementar a estas instituições, ao passo que possui projetos que estão situados dentro do arcabouço da Nova Rota da Seda.

Ao fim e ao cabo, a Nova Rota da Seda é a principal contribuição da China para o bem público global durante o seu processo de ascensão. Isto não retira o seu caráter de projeção de influência e Soft Power. Durante o evento, o presidente Xi Jinping enfatizou os princípios de cooperação para ganhos mútuos (win-win) e a coexistência pacífica, que seriam capitaneados pela iniciativa. Ainda neste ano (2017), a China sediará a IX Cúpula de Chefes de Estado dos BRICS, em Xiamen, mais uma oportunidade de projeção política para consolidar a imagem internacional do país.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Mapa com os países que integram a iniciativa da Nova Rota da Seda” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/04/One_Belt_One_Road.png

Imagem 2 Mandatário chinês, Xi Jinping” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/fa/Xi_Jinping%2C_BRICS_summit_2015_01.jpg

Tags:
Ricardo Kotz - Colaborador Voluntário

Mestrando no programa de Pós Graduação em Relações Internacionais pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), atuando na linha de Economia Política Internacional. Possui especialização em Estratégia e Relações Internacionais Contemporâneas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Graduado em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Agente consular junto ao Consulado Honorário da França em Porto Alegre, atuando paralelamente no escritório RGF Propriedade Intelectual, no período de 2013-2015.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!