LOADING

Type to search

A China sedia o Encontro Anual dos Novos Campeões

Share

A China sediou entre os dias 27 e 29 de junho deste ano (2017) o Encontro Anual dos Novos Campeões (AMNC, na sigla em inglês), um fórum global destinado a reunir os maiores expoentes de diversos setores, com ênfase em inovação, ciência e tecnologia. Organizado pelo Fórum Econômico Mundial, o AMNC é popularmente conhecido como a versão asiática do Fórum Econômico de Davos. O tema divulgado para ano foi “O crescimento inclusivo na quarta revolução industrial: construindo um futuro no qual o empreendedorismo sirva a toda a sociedade”.

Logo do Fórum Econômico Mundial

Esta edição ocorreu na cidade de Dalian e reuniu entre os seus participantes mais de dois mil empresários, pesquisadores, líderes de negócios e formuladores de políticas públicas. A integração entre as empresas privadas e o setor público foi um dos temas abordados, enfatizando a necessidade de incorporar crescentemente a tecnologia na gestão do Estado. O desafio de promover a inclusão, a criação de novos empregos e o progresso tecnológico perpassa invariavelmente maiores conexões entre as empresas que estão na vanguarda da inovação e os governos nacionais. 

Entre as principais tendências que emergiram no evento, ressaltam-se os seguintes pontos: o desenvolvimento e a incorporação da inteligência artificial; o uso de melhoramento genético e a robotização da agricultura; a possibilidade de produção de água potável a partir do ar; a possibilidade de produção de vacinas geneticamente adaptáveis; a disseminação da computação quântica e o design sustentável das cidades, englobando o uso inteligente da tecnologia na gestão urbana além da eficiência e redução do consumo energético em grandes metrópoles.

Em um panorama geral, a China é atualmente o maior investidor global em energias renováveis e possui um setor de startups de tecnologia que está fervilhando. O país conta com mais de 100 empresas unicórnios* e oito empresas decacórnios*, todas atuando primariamente em atividades ligadas a tecnologia. O valor total do patrimônio líquido dessas empresas rivaliza com o produto interno bruto da Bélgica. 

———————————————————————————————-

Notas e Fontes consultadaspara maiores esclarecimentos:

* O termo unicórnio designa empresas privadas que possuam um valor de mercado de pelo menos US$ 1 bilhão. Já o termo decacórnio se refere a empresas privadas que possuam um valor de mercado superior a US$ 10 bilhões.

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 A tecnologia está mudando o setor de negócios ” (Fonte):

https://i.vimeocdn.com/video/498469360_1280x720.jpg

Imagem 2 Logo do Fórum Econômico Mundial” (Fonte):

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/1/1a/World_economic_forum_logo.jpg

Ricardo Kotz - Colaborador Voluntário

Mestrando no programa de Pós Graduação em Relações Internacionais pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), atuando na linha de Economia Política Internacional. Possui especialização em Estratégia e Relações Internacionais Contemporâneas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Graduado em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Agente consular junto ao Consulado Honorário da França em Porto Alegre, atuando paralelamente no escritório RGF Propriedade Intelectual, no período de 2013-2015.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.