LOADING

Type to search

Comissão Europeia está desenvolvendo um detector de notícias falsas na web

Share

A Comissão Europeia[1], envolvendo várias universidades e empresas da Europa, está desenvolvendo um projeto para detectar rumores que circulam em fóruns online e em redes sociais. O sistema analisará em tempo real se uma publicação é verdadeira e identificará se uma conta ou perfil de uma rede social foi criada apenas para espalhar informações falsas. Os dados analisados deverão[2] incluir publicações no Twitter, comentários em fóruns sobre temas relacionados a questões de saúde e comentários públicos no Facebook.

O objetivo[2] do sistema é ajudar organizações, inclusive governos e serviços de emergência, a responder de forma mais efetiva a novos acontecimentos que de forma instantânea são divulgados nas redes sociais, mas, agora, poderá ser possível diferenciar o que é verdade do que é mentira com a mesma velocidade.

Os rumores online serão classificados em quatro tipos[2]:

  1. Especulação – como, por exemplo, se pode haver uma alta na taxa de juros;
  2. Controvérsia – como a que ocorreu com a vacina tríplice viral, que foi acusada, em vários países, de provocar o autismo;
  3. Má informação – se uma informação falsa é disseminada sem intenção;
  4. Desinformação – se uma informação falsa é disseminada intencionalmente

A primeira série de resultados deve ficar pronta em 18 meses e será testada principalmente com grupos de jornalistas e profissionais de saúde.

Chamado de Pheme, nome da deusa grega conhecida por espalhar rumores[2], o projeto envolve cinco universidades: (a) Sheffield; (b) Warwick; (c) King’s College London; (d) Saarland, na Alemanha; e (e) Modul, em Viena, e durará 3 anos. Também contará com quatro empresas: (1) Atos; (2) iHub; (3) Ontotext e (4) Swissinfo. Ao final, espera-se que seja produzida uma ferramenta especialmente para jornalistas.

—————————————————————————

Imagem (Fonte):

 http://www.weblyzard.com/wp-uploads/pheme-logo.png

—————————————————————————

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://g1.globo.com/globo-news/noticia/2014/07/projeto-europeu-monitora-noticias-falsas-que-se-alastram-na-internet.html

[2] Ver:

http://www.pheme.eu/

Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta