LOADING

Type to search

Chineses iniciam ações concretas para captar investimentos em Mercado Lusófono

Share

Desde o mês de agosto, a Zona Econômica Especial chinesa de Zhuhai, busca captar investidores de Macau para o seu parque industrial tecnológico, com objetivo de ampliar as relações com o território e atingir o mercado lusófono.  Desta forma, as autoridades competentes se apóiam ainda mais no Plano de Desenvolvimento da Região do Delta do Rio das Pérolas, pois o governo chinês objetiva transformar a região no maior bloco econômico asiático, até o ano de 2020.

 

Com a finalidade de cumprir os planos de desenvolvimento, na ultima semana, desde o dia 7 de setembro, foram iniciados, pelas autoridades de Guangdong, diálogos entre as três regiões para a criação de uma associação empresarial, objetivando a cooperação com Hong Kong e Macau.

A idéia de Zhuhai em captar investidores que atuam no território macaense é servir como apoio ao desenvolvimento de Macau, já que o seu espaço físico não é o suficiente para suportar muitos investimentos. Além de servir como apoio, Zhuhai pretende se firmar como centro de tecnologia e indústria, dentro da região Delta do Rio das Pérolas.

Lee Peng Hong, presidente do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), considera que, “a associação que será criada na próxima semana é um bom exemplo de que o objetivo de cooperação em três frentes é para cumprir, não só no plano público, mas também no privado”. Porém, ele ressaltou que: “não é de um dia para o outro que se pode desenvolver uma cooperação entre as três regiões, em todos os setores, embora o trabalho esteja seguindo esse caminho”.

 

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.