LOADING

Type to search

EUA e União Européia denunciam a China na OMC por restringir exportações de matérias primas industriais

Share

Os Estados Unidos e a União Européia apresentaram esta semana uma queixa à Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a China por restrições às exportações de algumas matérias primas industriais.

EUA e UE afirmam que as restrições da China criam vantagens injustas para a indústria chinesa que passa a competir de forma desleal, distorcendo a competitividade do mercado mundial, além de violar as regras da OMC.

Hoje (24 de junho), em resposta as queixas apresentadas pela UE e EUA, o Ministério do Comércio Chinês assegurou que o país está cumprindo as regras estabelecidas pela OMC. Ademais, o ministério comunicou que a limitação das vendas de diversas matérias primas industriais ao exterior têm apenas o objetivo de proteger o meio-ambiente e os recursos naturais, estando rigorosamente dentro das regras da OMC! A Comissão Européia indica que esta medida da China pode afetar 4% da produção industrial da UE e algo em torno de 500.000 trabalhadores na região.

 

De acordo com o mecanismo de solução de controvérsias da OMC, a China, EUA e a UE terão um prazo de 60 dias para manter consultas que levem a negociação e a resolução deste conflito comercial e, caso nenhuma solução seja alcançada nesse período, EUA e EU poderão pedir a formalização de um painel da OMC para que esta organização tome uma decisão formal sobre o assunto.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.