LOADING

Type to search

ONU cita investimento chinês para a promoção de investimentos na CPLP

Share

Ontem, em Lisboa, o subsecretário-geral das Nações Unidas, Carlos Lopes, afirmou que os membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) devem aproveitar melhor o potencial que seus mercados têm, utilizando como exemplo de sucesso o investimento chinês realizado nesses países.

 

“Se a China consegue ter em termos de investimento (no conjunto dos países da CPLP) a presença que tem, é, simbolicamente, a demonstração de que, por razões puramente pragmáticas, é possível fazer bom negócio com a CPLP”, disse o responsável da ONU.

Lopes afirmou que Brasil e Portugal podem contribuir para o aumento de investimento na comunidade, já que são os países que “têm de olhar com mais atenção e pragmaticamente para esse potencial”.

A linha de investimentos deve ser mais diversificada, isto é, com maior apoio das empresas privadas. Atualmente, os investimentos na CPLP ainda são mais de cunho governamental, sendo um quadro que necessita evoluir, aproveitando o sucesso do setor privado chinês na região como plataforma para a promoção de novos negócios.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.