LOADING

Type to search

África em Foco: “Banco Mundial” vai financiar a reparação do sistema de abastecimento de energia elétrica de Guiné Bissau

Share

A capital da Guiné-Bissau não tem fornecimento permanente de energia elétrica nem de água canalizada, sendo este serviço praticamente inexistente no resto do país. Neste cenário, o “Banco Mundial” vai financiar, com 12,7 milhões de dólares, a reparação do sistema de abastecimento de energia elétrica de Guiné Bissau, no marco de um Acordo que deverá ser assinado no dia 21 de setembro.

A verba servirá para financiar o “Projeto de Emergência de Reabilitação do Setor de Eletricidade e Águas de Bissau” no âmbito do “Projeto Multissetorial de Reabilitação de Infra-Estruturas”.

A “Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental” (CEDEAO) e a “União Econômica Monetária dos Estados da África Ocidental” também contribuíram com 10 milhões de dólares para a execução do mesmo projeto.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!