LOADING

Type to search

Apesar da polêmica, Brasil firma acordo de cooperação bilateral com Guiné Equatorial

Share

O Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, em visita a Guiné Equatorial, firmou no dia 5 de julho, Acordos de cooperação bilateral na área de defesa, consular e a criação de uma “Comissão Mista de Cooperação” com o país africano.

Em nota oficial, emitida após o encontro com o presidente da Guiné Equatorial, Obiang Mbasogo, o governo brasileiro afirmou que “os dois chefes de Estado reconheceram a importância da democracia para o desenvolvimento e renovaram sua continuada adesão aos princípios da democracia, ao respeito aos direitos humanos (…) no marco da formulação das políticas nacionais e desenvolvimento“.

A formalização da cooperação bilateral gerou polêmica, pois o presidente de Guiné Equatorial, que está 31 anos no poder, é acusado internacionalmente de enriquecimento ilícito, violação dos “Direitos Humanos”, fraudar eleições e reprimir a oposição. Ademais, o país é grande produtor de petróleo, mas 60% da população vivem na pobreza.

O Ministro brasileiro das “Relações Exteriores”, Celso Amorim, defendeu a visita afirmando que “não estamos ajudando nem promovendo ditaduras. Isso aqui é uma área importante, uma área rica em petróleo com grandes possibilidades de construção, para área de construção, (sic) já tem empresas brasileiras aqui, com grandes possibilidades de melhorar a sua agricultura. O Brasil tem de ajudar esses países”.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.