LOADING

Type to search

Share

O “Ministro da Defesa da Coréia do Sul”, Kim Tae Young, informou em coletiva que está conquistando apoio internacional para sua proposta de punir a Coréia do Norte devido ao incidente envolvendo o naufrágio da embarcação sul-coreana por um torpedo norte-coreano, causando 46 mortes.

Durante um encontro realizado em Cingapura, com o objetivo de discutir assuntos de segurança internacional com contrapartes de 10 países, o ministro sul-coreano se pronunciou otimista com o apoio internacional e ainda se mantém esperançoso quanto ao possível apoio chinês.

A China ainda não se posicionou a favor de um dos lados e durante um encontro entre os lideres chinês, sul-coreano e japonês, no final do mês passado, os chineses se pronunciaram contra assumir um dos lados, postura que pode ser mudada assim que a comunidade internacional apurar o caso e forem analisadas as alternativas para que as relações de Beijing não sejam prejudicadas com os dois países da península coreana.

Assim como a China, a Rússia também está cautelosa em seu posicionamento a respeito da questão. Uma equipe russa foi encaminhada para Seul para analisar as provas apresentadas pelo governo do sul e confirmar se o incidente foi causado pelo governo de Pyongyang.

Atualmente, o “Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas” (CS da ONU) está aguardando uma decisão de Seul quanto às medidas que devem ser providenciadas contra a Coréia do Norte.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!