LOADING

Type to search

ASEAN reforça a cooperação para superar a crise

Share

O encontro entre os líderes das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), composta por China, Japão e Coréia do Sul, foi encerrado no dia 24 de outubro. Segundo a Declaração presidencial da reunião, será intensificada a cooperação para o combate à crise financeira, às mudanças climáticas, às seguranças alimentar e energética.

 

A declaração indica, ainda, que será ratificado um acordo multilateral entre os líderes na conferência ministerial de Finanças da ASEAN, no mês de maio, no valor de US$ 120 bilhões, voltado para o desenvolvimento da região.

Durante a série de encontros do ASEAN realizados em três dias na cidade de Hua Hin, na Tailândia, o primeiro-ministro japonês acrescentou a sua sugestão para a criação de uma comunidade do Leste da Ásia, segundo suas declarações para o noticiário local japonês, nesta segunda-feira, dia 26 de outubro. Sua sugestão foi bem recebida pelos dirigentes dos demais países.

A cúpula também estudou um tratado de livre-comércio na região, mas para Manmohan Singh, primeiro ministro indiano, antes seria preciso coordenar as políticas de crescimento, aumentar a demanda interna para garantir o livre fluxo de comércio, tecnologia e investimentos.

Manmohan afimrou: “A visão da integração econômica asiática através do uso dos tratados de livre-comércio entre seus membros e de outro regional é um passo fundamental para a integração da Ásia em uma unidade comum. Isso pode levar ao estabelecimento da comunidade econômica asiática“.

A China anunciou a criação do Fundo de investimentos de 10 bilhões de dólares para auxiliar no desenvolvimento dos países do Sudeste Asiático. Além do valor do fundo, o governo chinês pretende fornecer empréstimos para a gerência de infra-estrutura na região, o valor dos empréstimos está estimado em 15 bilhões de dólares.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!