LOADING

Type to search

“Banco Alemão de Desenvolvimento” doa ao Brasil 18 milhões de euros para o “Fundo da Amazônia”

Share

Durante a “Conferência Mundial do Clima da ONU”, que acontece em Cancun, até o dia 16 de dezembro, o “Banco alemão de Desenvolvimento” (KfW, sigla em alemão) anunciou empréstimos para o México no valor de 50 milhões de euros e doações destinadas ao Brasil no valor de 18 milhões de euros. Estes valores serão destinados à melhora da eficiência energética, no caso do México, e preservação de florestas, no caso brasileiro.

Projetos relacionados a mudanças climáticas são os temas-chave hoje da política de cooperação da Alemanha com os países em desenvolvimento”, declarou o diretor do KfW para a América  Latina e Caribe, Rudger Hartman.

O KfW também quer cooperar com o Brasil em projetos da chamada “Copa do Mundo Verde”. Hartman declarou que há negociações com a “Eletrosul” para a formulação de um empréstimo, visando fomentar o uso da iluminação fotovoltaica, considerada fonte de energia limpa. O valor ainda está sendo definido. Este tipo de iluminação pode ser usada nos estádios em reforma para a Copa, financiadas pelo “Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social” (BNDES).

Outro Acordo está sendo negociado entre os Bancos para subsidiar o uso dessa energia. Os primeiros estádios em reforma que devem usar a tecnologia como resultado das negociações são o Mineirinho e o Mineirão, ambos em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.