LOADING

Type to search

Share

O presidente Barack Obama iniciou sua visita ao continente asiático buscando reforçar as relações dos Estados Unidos com os países da região. No último domingo, dia 15 de novembro, o presidente norte-americano partiu para a China logo após sua passagem pela “Cúpula de Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (APEC)”. Em sua primeira visita ao país, Obama deverá debater questões comerciais, câmbio e o esforço de forjar um novo pacto-climático.

O governo chinês pediu ao público interno, por meio de sites controlados por órgãos oficiais, que dêem sugestões de perguntas ao presidente americano. A principal questão levantada foi para que o presidente dos EUA explique seus planos de se encontrar com Dalai Lama, uma vez que Beijing o considera um líder “separatista”.

Outra questão a ser tratada por Obama e o Presidente Hu Jintao será sobre as taxas de câmbio, tema sobre o qual ambos apresentaram discordância na cúpula da APEC. Segundo membros da delegação americana, Beijing e Washington não conseguiram chegar a um acordo, até que a referência “taxas de câmbio orientadas ao mercado” foi retirada do comunicado, ao final da reunião.

Obama declarou que “em questões cruciais” como a recuperação econômica, a proliferação nuclear e as alterações climáticas, “é difícil ver como os Estados Unidos ou a China poderão ter sucesso, sem trabalharem em conjunto”.

Hu Jintao se encontrará com Obama nesta terça-feira, dia 17 de novembro, em Beijing, para discutirem os temas mencionados. Para David Shambaugh, o diretor do programa de estudos sobre Política Chinesa da Universidade George Washington, a visita de Obama à China ocorre “no melhor momento das relações China-Estados Unidos, ao longo dos últimos vinte anos”.

Para Drew Thompson, especialista em China no Nixon Center de Washington, e para o premiê chinês Wen Jiabao o encontro entre os dois líderes não deve gerar nenhuma mudança na política sobre os problemas diplomáticos e econômicos que envolve ambos os países.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!