LOADING

Type to search

Share

O governo da “Região de Administração Especial Chinesa de Macau” anunciou que irá realizar um “Fórum de Cooperação Ambiental” (MIECF, sigla em inglês), entre os dias 8 e 10 de abril. O Fórum procura criar oportunidades de cooperação na indústria ambiental entre a China, os países Lusófonos e a União Européia.

Esta será a terceira edição do Fórum, organizada pelo “Instituto de Promoção do Comércio e Investimento de Macau” (IPIM). O tema deste Fórum será: “Macau – Um porta-voz de entrada: Conhecimento Verde, Tecnologias Verdes, Financiamento verde”.

Pretendemos desenvolver o papel do território como plataforma de intercâmbio entre a China e o Ocidente no domínio da indústria de proteção ambiental, facilitar a entrada dos produtos verdes da União Européia na China e estreitar a cooperação nesta área com os países de língua portuguesa”, salientou, hoje, em conferência de imprensa, a diretora executiva do IPIM, Echo Chan.

Brasil, Portugal, Estados Unidos, Alemanha, Canadá, Suiça entre outros países apresentam-se como alguns dos mercados que também serão tratados no evento. O governo macaense espera ser uma plataforma entre a China e o mundo ocidental. Para isto, está investindo pesado em eventos e infra-estrutura local com o objetivo de atrair novos investimentos.

Esta será uma ótima oportunidade para investidores e empresariado de países como o Brasil, que tem desenvolvido meios de produzir energia limpa. Também será muito importante para os interessados em entrar no mercado chinês que querem investir em energia limpa e tecnologia para o combate ao aquecimento global.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!