LOADING

Type to search

Share

Moçambique é o segundo país que mais recebe auxílio do Brasil, estando atrás apenas do Haiti. Nesta semana, receberá a visita do presidente brasileiro, Luis Inácio Lula da Silva, quando serão inaugurados “Institutos Educacionais”, criados com investimento brasileiro. Além de algumas medidas de cooperação bilateral, Brasil e Japão assinaram um “Acordo de Desenvolvimento Agrícola” com o país africano.

Este foi celebrado nesta semana na cidade de Maputo e conta com o investimento de 13,4 milhões de dólares, reunindo a “Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária” (Embrapa), a “Agência Japonesa de Cooperação Internacional” (JICA) e o “Instituto de Investigação Agrária de Moçambique” (IIAM). A Cooperação visa o desenvolvimento agropecuário moçambicano, com a transferência de tecnologia para os centros de pesquisa do país.

A JICA já se dispôs a arcar com 7,3 milhões de dólares do total dos 13,4 milhões e a “Agência Brasileira de Cooperação”, via “Ministério das Relações Exteriores”, arcará com 3,6 milhões de dólares. Do lado brasileiro, este investimento está dentro do orçamento dos outros projetos bilaterais entre Brasil-Moçambique.

Os projetos de Cooperação envolvendo o Brasil, com países asiáticos e africanos vem crescendo. Eles são feitos para vários setores, indo da área energética à segurança. Desta forma, gradativamente, brasileiros e asiáticos aprofundam sua presença no continente africano, atendendo seus interesses e contribuindo com o desenvolvimento regional.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.