LOADING

Type to search

Desafios do novo Comissário Europeu para o Desenvolvimento

Share

A nova equipe da “Comissão Européia” iniciou seu mandato e, Andris Piebalgs, mantém a significativa “Pasta de Desenvolvimento” na política externa da União Européia.

Piebalgs terá de trabalhar estreitamente com a nova “Alta Representante da Política Externa da União Européia”, Catherine Ashton, e a nova Comissária de “Cooperação Internacional, Ajuda Humanitária e de Resposta a Crises”, Kristalina Georgieva.

Este conjunto deverá fazer frente a dois principais objetivos na Europa:

1-     pensar o desenvolvimento de políticas e;

2-     prestação de ajuda ao desenvolvimento.

De acordo com dados da UE, o Bloco é o principal doador de ajuda no mundo, canalizando cerca de 60% da ajuda oficial ao desenvolvimento da Ásia, Pacífico, Oriente Médio, África, Caribe e América Latina (€ 49 bilhões em 2008, ou 100 € por cidadão europeu).

O novo Comissário para o Desenvolvimento enfrentará diversos desafios em sua gestão, pois a ajuda aos países em desenvolvimento para se recuperarem da desaceleração econômica torna-se difícil em tempos de crise econômica na Europa e a sustentabilidade do financiamento do desenvolvimento é ainda mais problemática. No entanto, para Piebalgs, a ajuda aos países pobres é crucial, na medida em que sofrem mais que suas contrapartes desenvolvidas com os efeitos da crise mundial.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!