LOADING

Type to search

EUA e Angola investem mais em cooperação militar

Share

Os representantes dos EUA e de Angola, o major-general David Hogg, o comandante do “Comando dos Estados Unidos para África” (AFRICOM) e o general Francisco Furtado, chefe do “Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas” (FAA) trataram ontem, dia 21 de setembro, de questões referentes ao reforço à cooperação militar existente entre os dois países.

Serão dadas ênfases em várias questões, alem das exclusivamente bélicas, como as questões de um programa voltado à formação em língua inglesa e o combate a AIDS e outras doenças, feito pelas “Forças Armadas” dos EUA em Angola.

Segundo o major-general Hogg, “Estamos (os EUA) prontos a prestar apoio em caso de solicitação por parte das entidades angolanas na questão de exercícios de apoio e manutenção de paz e formação militar, com realce para a medicina”.

Destaca-se que a cooperação entre norte-americanos e angolanos se desdobram em vários campos, uma vez que os EUA estão buscando recuperar o espaços político e diplomático na África, que está recendo intenso investimento da China em projetos de infra-estrutura, cooperação técnica e parceria para projetos de longo prazo em vários setores.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.