LOADING

Type to search

Governadores do BID pretendem aumentar os recursos para combate à crise

Share

A Assembléia de Governadores do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), realizada ontem, 2 de julho, em Santiago no Chile, definiu até dezembro de 2009 como data limite para serem concluídos os debates técnicos sobre o aumento de capital para ajudar a América Latina e o Caribe a lidar com os desafios da mudança climática e a diminuição da pobreza. O BID também pretende disponibilizar mais US$ 6 bilhões para auxiliar os países mais afetados pela crise financeira e econômica.

 

A Assembléia de Governadores é composta por autoridades financeiras de 48 países membros do Banco. Em Santiago, a Assembléia já realizou as primeiras análises sobre os documentos técnicos iniciais, elaborados pela administração, para tratar da necessidade de aumento do capital.

Os primeiros resultados apontaram que o BID está perto de utilizar toda a sua capacidade de empréstimo e, conseqüentemente, terá de reduzir a escala de suas operações no futuro, a menos que haja aumento de capital.

Foi marcada nova reunião para 8 de outubro, na qual darão continuidade às análises que estão sendo realizadas cuidadosamente, pois o BID teme focar nas questões de curto prazo, prejudicando o tratamento das necessidades de longa duração, o que poderá ser uma perigosa armadilha, caso não seja bem definido o plano de ação da Instituição perante a crise atual.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!