LOADING

Type to search

Índia e Japão: “Cooperação Nuclear” ameaçada

Share

Os planos de cooperação no campo da energia nuclear entre japoneses e indianos está ameaçado. Segundo o chanceler japonês, Katsuya Okada, o seu país pede à Índia que inclua o “desarmamento e a “não-proliferação nuclear” do país nos termos do “Acordo de Cooperação” que desejam estabelecer.

Atualmente, as autoridades no Japão responsáveis por negociações com a Índia sofrem forte oposição interna, pois existem armas nucleares em poder das autoridades indianas. A desnuclearização é uma das metas internacionais dos japoneses, uma vez que seu país foi o único a sofrer ataques com esse tipo de armamento.

Referente ao futuro dessas negociações, Okada disse que a realização de tal Acordo vai depender muito do “programa nuclear indiano”, pois seu país não deseja assinar um Tratado deste porte com sofrendo com grande oposição interna.  Porém, indiferente do que for decidido entre os indianos, as relações diplomáticas não serão afetados.

Durante o encontro entre os Chanceleres de ambos os Estados, o chanceler S.M Krishna, evitou responder sobre o desarmamento e a desnuclearização indiana, mas disse que seu país poderá interromper os testes nucleares. Okada afirmou logo após o encontro que, caso a Índia venha a realizar novos testes, o Japão suspenderá a Cooperação.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.