LOADING

Type to search

Países em Desenvolvimento acertam redução de tarifas aduaneiras para dinamizar o comércio no eixo sul-sul

Share

À margem da “Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio” (OMC), vinte e dois países em desenvolvimento fecharam, ontem, dia 2 de dezembro, em Genebra, um acordo para reduzir 20% das tarifas aduaneiras de 70% dos produtos que são comercializados entre eles. Este acordo ainda será detalhado até setembro de 2010, para poder entrar em vigor.

Os países signatários são: Brasil, Argentina, Paraguai, Chile, México, Uruguai, Cuba, Egipto, Índia, Coréia do Sul, Coréia do Norte, Argélia, Irã, Marrocos, Tailândia, Sri Lanka, Vietnã, Zimbabwe, Malásia, Indonésia, Nigéria e Paquistão.

Segundo informações divulgadas por comunicado oficial, esta medida é uma tentativa de “revitalizar as exportações e avançar para uma maior liberalização do comércio internacional”.

Este é um passo importante para a cooperação Sul-Sul”, afirmou o ministro argentino dos Negócios Estrangeiros, Jorge Taiana, presidente do grupo, ao anunciar o acordo. 

A medida é um resultado das negociações da “Rodada de São Paulo”, iniciadas em 2004, sobre a liberalização das trocas comerciais Sul-Sul. A “Rodada de São Paulo” mostrou a dinâmica da nova geografia de comércio e a crescente participação dos países do eixo Sul-Sul na economia global.

Segundo o diretor da “Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento” (UNCTAD, sigla em inglês), Supachai Panitchpakdi, este acordo “deve aumentar em US$ 8 bilhões o comércio entre estes países”.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.