LOADING

Type to search

Porto Alegre sedia seminário para a Proteção e Integração de Refugiados

Share

O “Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul” sediou ontem, dia 22 de março, o “I Seminário de Proteção e Integração de Refugiados” com vistas a debater e expor às autoridades e à sociedade os “desafios e a importância de ampliar a defesa dos direitos de quem sai de seu local de origem com destino a outros países em busca de proteção por razões como perseguição por opção religiosa, política, pela nacionalidade, etnia ou raça”, informou em comunicado o “Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados” (ACNUR) no Brasil.

O porta-voz do ACNUR, Luiz Fernando Godinho, declarou que os refugiados enfrentam dificuldades para arranjar emprego e para obter serviços sociais. Segundo ele, a falta de informação é uma das maiores barreiras para a adaptação no país acolhedor.

O encontro foi aberto pelo “Governador do Estado do Rio Grande do Sul” (Estado geograficamente localizado ao sul do Brasil), Tarso Genro; pelo “Ministro da Justiça”, José Eduardo Cardozo; pelo representante do ACNUR no Brasil, Andrés Ramirez, e pelo “Secretário-Executivo do Ministério da Justiça” e “Presidente do Conselho Nacional de Refugiados” (CONARE), Luiz Paulo Barreto.

Participaram ainda como palestrantes os “Ministérios Públicos Estadual” e “Federal”, a “Polícia Federal” e a “Associação Antônio Vieira” (ASAV), Organização que implementa projeto de reassentamento de refugiados no Rio Grande do Sul.

Segundo o CONARE, o Brasil abriga atualmente 4.500 refugiados. Desses, 64,5% provém da África; 22,4% de países da América e 10,6% da Ásia. No Rio Grande do Sul residem aproximadamente 165 refugiados, sendo que a maioria é formada por palestinos e colombianos que foram reassentados no país por questões de segurança ou integração.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.