LOADING

Type to search

Rio de Janeiro e China: a busca por investimentos

Share
O grupo brasileiro EBX (Grupo Eike Batista) anunciou que negociará com os chineses a participação da siderúrgica Wisco em projetos comuns. O Diretor Financeiro do EBX, Paulo Gouvêa, adiantou que eles integrarão a delegação de empresários que acompanhará o Governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, em viagem a China e Singapura.

A viagem tem como objetivo a assinatura de um contrato para a compra de 30 trens para Supervia, a empresa de transporte ferroviário da região metropolitana do Rio de Janeiro. No entanto, a delegação aproveitará para promover outros negócios.

A EBX e a Wuhan Iron & Steel.co  (Wisco) também tem projetos para a construção de uma siderúrgica na área anexa ao porto de Açu (Rio de Janeiro), com capacidade para produzir 5 milhões  de toneladas de aço por ano, dedicadas à exportação.

Depois do fracasso da siderúrgica chinesa Baosteel em instalar siderúrgicas no Maranhão e Espírito Santo, em associação com a Vale, os projetos da Wuhan são considerados neste momento os maiores firmados entre o Brasil e a China.

A delegação brasileira também se reunirá com o Banco da China, a Corporação de Investimentos da China (CIC), as montadoras de veículos JAC e Chery e o Banco de Desenvolvimento da China.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.