LOADING

Type to search

Coréia do Sul proíbe entrada de políticos japoneses em aeroporto

Share

No dia 1 de agosto, a Coréia do Sul proibiu a entrada de três políticos japoneses do “Partido Liberal Democrático” (PLD) no aeroporto de “Gimpo”. Os políticos realizariam a viagem para demonstrar ao governo sul-coreano que o Japão não irá ceder em relação às ilhas disputadas (Dokdo/Takeshima).

 

Segundo o Jornal “The Japan Times”, o presidente sul-coreano Lee Myung-bak havia informado no dia 29 de agosto que não poderia garantir a segurança dos políticos japoneses. Assim, o PLD tentou evitar, sem sucesso, que a viagem fosse realizada. O partido informou que os políticos deveriam esperar o final do mês de agosto, quando termina a sessão parlamentar.

Após serem barrados no aeroporto, os parlamentares negaram-se a voltar ao Japão. Ficaram esperando por nove horas até aceitarem embarcar. Segundo os políticos, eles gostariam de entender o sentimento sul-coreano em relação à disputa pelas ilhas Taskehima/Dokdo.

O governo da Coreia do Sul informou que a medida foi tomada para proteger os parlamentares de ataques públicos. No momento do desembarque, já havia manifestação contra a visita. As tensões aumentaram recentemente, quando o chanceler japonês Takeaki Matsumoto ordenou que seus diplomatas boicotassem a companhia de aviação civil Korean Air.

Tags:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!