LOADING

Type to search

Cristina confirma possibilidade de vencer eleições presidenciais no primeiro turno

Share

Com sete candidatos sendo habilitados* para participar das eleições presidenciais argentinas no dia 16 de outubro deste ano (2011), os resultados das primárias apontaram que a atual presidente do país, Cristina Kirchner, mostrou ampla vantagem sobre os demais candidatos, confirmando a tendência apontada por todos os analistas de que ela tende a vencer o pleito eleitoral no primeiro turno, exceto se ocorrer algum acidente excepcional nos próximos dois meses.

 

Os dados apontaram que Cristina (representando a coligação “Frente para a Vitória”) tem  50,07%. Além disso, ela ganhou em 23 das 24 unidades da federação argentina. Em segundo, ficou Ricardo Alfonsín, da “Aliança União Para o Desenvolvimento Social”, com 12,17%; em terceiro Eduardo Duhalde, pela “Frente Popular”, com 12,16%. Em quarto lugar apareceu o governador da província de Santa Fé, o socialista Hermes Binner, com 10,26%, que representa a “Frente Ampla Progressista”. Em quinto ficou o governador da província de San Luis, Alberto Rodríguez Sá, com 8,7%; em sexto a deputada Elisa Carrió, representante da “Coalizão Cívica”, levantando 3,24%, e em último lugar dentre os qualificados para o pleito de outubro o representante da “Frente de Esquerda e os Trabalhadores”, Jorge Altamira, com 2,48%.

Analistas estão convictos da vitória de Cristina graças a quatro fatores principais: (1) a excessiva fragmentação da oposição, sem existência de alguma plataforma unificadora; (2) a falta de proposta concorrente capaz de derrotar o projeto de Cristina, o qual tem sido desenvolvido ao longo dos dois últimos governos (um seu e o outro de Nestor Kirchner) e (3) o fato de a população estar preferindo manter a atual política econômica, para evitar mudanças bruscas, uma vez que tem havido significativo crescimento econômico no país.

———–

* A habilitação foi dada por terem conseguido acima de 1,5% dos votos nas eleições primárias argentinas, na qual participam todos os pré-candidatos ficando para o pleito definitivos apenas aqueles que ultrapassam a margem mínima de votos.

Tags:
Marcelo Suano - Analista CEIRI - MTB: 16479RS

É Fundador do CEIRI NEWSPAPER. Doutor e Mestre em Ciência Política pela Universidade em São Paulo e Bacharel em Filosofia pela USP, tendo se dedicado à Filosofia da Ciência. É Sócio-Fundador do CEIRI. Foi professor universitário por mais de 15 anos, tendo ministrado aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Exerceu cargos de professor, assessor de diretoria, coordenador de cursos e de projetos, e diretor de cursos em várias Faculdades. Foi fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUC/RS, do qual foi pesquisador até o final de 2006. É palestrante da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG-RS), tendo exercido também os cargos de Diretor de Cursos e Diretor do CEPE/CEPEG da ADESG de Porto Alegre. Foi Articulista do Broadcast da Agência Estado e do AE Mercado (Política Internacional), tendo dado assessoria para várias redes de jornal e TV pelo Brasil, destacando-se as atuações semanais realizadas a BAND/RS, na RBS/RS e TVCOM (Globo); na Guaíba (Record), Rádioweb; Cultura RS; dentre vários jornais, revistas e Tvs pelo Brasil. Trabalhou com assessoria e consultoria no Congresso Nacional entre 2011 e 2017. É autor de livros sobre o Pensamento Militar Brasileiro, de artigos em Teoria das Relações Internacionais e em Política Internacional. Ministra cursos e palestra pelo Brasil e no exterior sobre temas das relações internacionais e sobre o sistema político brasileiro.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.