LOADING

Type to search

Share

O português está entre os 10 idiomas mais falados em todo o mundo. São mais de 200 milhões de pessoas em todo o globo falando “a nossa língua”. Em função disso, no ano de 1996 os presidentes de Angola, Brasil, “Cabo Verde”, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e “São Tomé e Príncipe” assinaram a criação da “Comunidade dos Países de Língua Portuguesa” (CPLP). Hoje, 12 anos depois, além de todos os países que estavam juntos na criação da CPLP, o “Timor Leste” foi incluído ao grupo. São 8 países, espalhados por quatro continentes que, ao se juntarem, tem como objetivo não apenas a divulgação da “Língua Portuguesa” pelo mundo, mas também buscar trabalhar de maneira conjunta nos “organismos multilaterais”.

 

Apesar de a CPLP ter sido formalmente criada em 1996, desde 1992 já existia um esboço de maior aproximação entre os países lusófonos. Entre 19 e 25 de Setembro de 1992 foram disputados em Lisboa os “I Jogos Desportivos da CPLP”. Naquele ano, mais de 500 jovens de ambos os sexos vindos de Angola, “Cabo Verde”, “Guiné Bissau”, Moçambique, Portugal e “São Tomé e Príncipe” se enfrentaram em quatro modalidades (atletismo, basquete, futebol e tênis).

A segunda edição foi realizada três anos mais tarde, mas sem a participação de Portugal, o que baixou o número de participantes pela metade. Apesar disso, em 1997 os portugueses voltaram à competição, dessa vez sediada em Maputo (Moçambique) e os brasileiros fizeram sua primeira aparição. Com o passar dos anos, o número de participantes e modalidades foram crescendo.

Em 2008, quando os jogos foram sediados no Rio de Janeiro.  Seiscentos e cinquenta (650) jovens participaram em disputas de seis modalidades. A competição em solo carioca também foi importante por ser a primeira participação de “Timor Leste”.

Esse ano, os jogos retornam a Portugal. De 7 a 15 de julho sete modalidades serão disputadas entre, aproximadamente, 800 jovens dos oito países participantes da CPLP, sendo que uma das modalidades é o atletismo destinado a “pessoas com deficiência física”. As demais modalidades são: atletismo, basquete, futebol, handebol, tênis e “vôlei de praia”.

Além de ser um celeiro de futuros atletas e jovens que podem se tornar grandes realidades do esporte brasileiro, se receberem o devido investimento, o Evento também deve ser encarado como um “suplemento diplomático”, usando da expressão de Alexandre Mestre, “Secretário do Desporto e Juventude”, português. De acordo com o secretário, “No âmbito da CPLP, os jogos são uma das formas de materializar essa diplomacia através do desporto”*.

A questão principal é que, bem sucedido ou não, os Jogos servirão de “pano de fundo” para reuniões da “Comissão Permanente” e para o encontro de representantes dos “Comitês Olímpicos” dos respectivos países.  De qualquer forma, observar a aproximação dos países da Comunidade por meio do esporte mostra a força política e diplomática que pode ter algo por muitos equivocadamente ainda visto apenas como lazer.

—————————–

Fontes:

* Ver:

http://desporto.sapo.pt/mais_modalidades/artigo/2012/04/10/_o_desporto_um_suplemento_dipl.html

——————-

Ver:

http://www.cplp.org/Default.aspx?ID=134&PID=6495&M=NewsV2&Action=1&NewsId=1908

Ver:

http://www.jogosdesportivoscplp.com/

Ver:

http://www.itamaraty.gov.br/temas/mecanismos-inter-regionais/cplp

Ver:

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/sport/desporto/jogos-da-cplp-custam-um-milhao-de-euros

Ver:

http://revistagalileu.globo.com/Galileu/0,6993,ECT669619-1716-7,00.html

 

Tags:

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.