LOADING

Type to search

Doação do Kuwait garantirá tratamento por sete meses às crianças sírias com câncer

Share

Em dezembro de 2017, o Estado do Kuwait realizou uma doação de 1 milhão de dólares para a Organização Mundial da Saúde (OMS) fornecer tratamento médico a crianças com câncer. Estas crianças saem de várias regiões da Síria para o único hospital de referência infantil em Damasco.

Elizabeth Hoff, representante da OMS na Síria, visita crianças com câncer no hospital de referência infantil em Damasco

Viajar longas distâncias é caro e perigoso e grande parte das famílias acaba tendo de utilizar todas as suas economias para pagar apenas o deslocamento, pois cruzam territórios em que ocorrem combates devido ao conflito no país, objetivando chegar ao local de destino, no qual obterão o tratamento, porém estarão sem recursos.  

A Síria vivencia uma guerra civil que é considerada uma das mais sangrentas da história, e nela existe também uma guerra por procuração, paralela, que se dá entre vários atores internacionais, incluindo as grandes potências nucleares. Ainda sem um fim à vista, este conflito foi descrito pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados como a “pior crise humanitária do nosso tempo”.

Ahmad, 2, é uma das 1500 crianças com câncer na República Árabe da Síria que receberão tratamento como resultado da doação do Kuwait

Neste contexto, o diretor do Children’s Hospital, Dr. Maher Haddad, declarou que, “atualmente, 1.500 crianças com câncer estão sendo tratadas neste hospital. Todo mês, o hospital recebe de 60 a 70 crianças novas que precisam de tratamentos contra o câncer, a maioria dos quais provêm das regiões do leste e do nordeste da Síria. Estes medicamentos apoiados pela OMS, quando recebidos, serão suficientes para cobrir seu tratamento médico por cerca de 7 meses”.

De acordo com o Registro Nacional de Câncer da Síria, citado  pela OMS, cerca de 25.000 novos pacientes com câncer precisam de tratamento todos os anos, incluindo 2.500 crianças menores de 15 anos. Aproximadamente metade delas sofrem com leucemia e linfoma. Essa ajuda kuaitiana tem representado um suporte para que outras ações possam ser realizadas após o encerramento deste período.

———————————————————————————————–                    

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Elizabeth Hoff, representante da OMS na Síria, visita crianças com câncer no hospital de referência infantil em Damasco (Fonte): 

https://www.emro.who.int/images/stories/syria/Elizabeth_Hoff_WHO_Representative_in_Syria_visits_chidren_suffering_from_cancer__at_the_childrens_referral_hospital_in_Damascus.jpg

Imagem 2 Ahmad, 2, é uma das 1500 crianças com câncer na República Árabe da Síria que receberão tratamento como resultado da doação do Kuwait” (Fonte):

https://www.emro.who.int/images/stories/syria/Ahmed_2_is_one_of_1_500_children_suffering_from_cancer_in_the_Syrian_Arab_Republic_who_will_receive_treatment_as_a_result_of_the_Kuwaiti_donation.jpg

                                                                 

Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.