LOADING

Type to search

América Central pressiona União Européia para responder à proposta do Acordo de Associação

Share

No dia 21 de agosto, sexta-feira, os ministros de Comércio Exterior da Costa Rica, Nicarágua, Guatemala e El Salvador se reuniram rpara pressionar a União Européia a responder sobre o último pacote de propostas que a América Cental apresentou para negociação do Acordo de Associação entre ambas as regiões.

 

Os representantes da América Central comunicaram aos da União Européia que pretendem continuar as negociações mesmo com a ausência de Honduras e salienta que isso não deve interferir de forma negativa na evolução dos acordos.

Antes das negociações serem suspensas pelo afastamento do poder do ex-presidente de Honduras, Manuel Zelaya, os centro-americanos haviam apresentado propostas para concluir os debates relacionados ao acesso aos mercados, aos serviços, temas como as cotas para o comércio de açúcar e tarifas para alguns produtos centro-americanos.

O ministro de Comércio de El Salvador, Héctor Dada, afirmou que o pacote de conclusão foi enviado à União Européia antes da instauração do conflito em Honduras, por isso os europeus devem responder à proposta enviada e dar andamento às negociações.

Os ministros da América Central comunicaram que não pretendem terminar as negociações sem Honduras, no entanto, as medidas tomadas antes do conflito hondurenho devem prosseguir para fechar esta etapa que já havia sido acordada entre os centro-americanos, faltando apenas a decisão final européia.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!