LOADING

Type to search

Bolsas Asiáticas encerraram a semana passada com resultados positivos e a China inaugura nova bolsa

Share

A Bolsa de Tóquio abriu a sexta-feira com sua sessão em alta, ganhando 68,17 pontos,  ou seja, 0,66% a mais, em comparação com o encerramento da quinta-feira (21 de outubro).

 

Devido aos resultados trimestrais de empresas norte-americanas, o índice Nikkei ficou cotado em 10.335,35 pontos durante a abertura. No encerramento da Bolsa, permaneceu em alta com 15,82 pontos, 0,15% acima do resultado de quinta-feira, cotada com 10.282,99 pontos pelo índice Nikkei.

Nas demais bolsas asiáticas, o índice Xangai subiu 1,85%, com 3.107 pontos, sendo conduzido por ações do setor de energia e de metais e sob a firmeza dos preços das commodities. A Bolsa de Seul teve oscilação positiva de 0,6%, para 1.640 pontos, tendo as montadoras de automóveis como impulsionador desses resultados. A Bolsa Taipei (Taiwan), por sua vez, teve alta de 0,54%, com 7.649 pontos, acompanhando a recuperaçãoem Wall Streete, Singapura, avançou 1,24%, para 412 pontos.

O analista Park Suk-hyun, analista de mercado da Eugene Investment & Securities afirmou: “Os investidores agora estão olhando além do terceiro trimestre e, entrando no quarto trimestre, eles estão sentindo que o crescimento dos lucros neste trimestre pode não ser tão robusto“.

Além dos resultados positivos, no dia 23 de outubro, foi inaugurada na China o mercado ChiNext. Segundo o presidente da Comissão Reguladora de valores da China, Shan Fulin, este será um mercado semelhante a NASDAQ, nos Estados Unidos.

O lançamento do ChiNext será fundamental para a reforma capitalista no país, correspondendo a demanda de transformações e desenvolvimento econômico chinês. Desta forma, irá desempenhar o papel do mercado capitalista em distribuição de recursos, orientará a concentração de investimentos nos setores emergentes e incentivará o investimento privado, afirmou Fulin.

Na próxima sexta-feira, dia 30 de outubro, um grupo de 28 pequenas empresas serão as primeiras cotadas no mercado ChiNext. O lançamento deste mercado chama a atenção do setor empresariado chinês, com perspectivas positivas.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!