LOADING

Type to search

Share

O grupo de brasileiros em Beijing (Brapeq), realizou na última sexta-feira, 23 de abril, uma reunião com empresários brasileiros em Beijing, discutindo a cooperação entre empresas chinesas e do Brasil. O evento contou com aproximados 70 empresários, a maioria deles do estado do Acre (Brasil).

Segundo Carlos Takashi, presidente do “Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas” (SEBRAE), os empresários chineses e brasileiros estavam discutindo as legislações e novos meios de fortalecer a cooperação comercial entre os dois lados. Cesar Yu, Presidente da ApexBrasil em Beijing, disse que a legislação chinesa está sendo flexível e aberta, para facilitar a entrada de investimentos estrangeiros no país.

Após a visita ao Brasil do presidente chinês Hu Jintao, além dos acordos comerciais para aumentar as exportações brasileiras à China, existe o interesse de que o país tenha mais um foco para atuar junto com Beijing, elevar suas relações do comercio exterior para as relações de investimentos, ter uma aumento gradual de investimentos brasileiros na China e vice-versa.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.