LOADING

Type to search

Brasil e Alemanha tenderão a aumentar as relações comerciais

Share

O fato de o Brasil ser, hoje, o principal parceiro comercial da Alemanha na América Latina faz com que o país seja foco de investimentos e se aposta no crescimento das relações comerciais entre os dois países.

 

Atualmente, o comércio gira em torno de US$ 18 bilhões, fazendo com que o Brasil seja o oitavo parceiro dos alemães fora da Europa, apesar de o comércio entre ambos ter caído quase 20% em 2009, devido à crise econômica internacional.

Sabe-se que essa redução é conjuntural e será superada dentroem breve. Oprincipal empecilho, contudo, está sendo a questão do acordo entre MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) e UE (União Européia), que está estagnado devido aos problemas do Bloco sul-americano, principalmente devido às barreiras comerciais estipuladas pela Argentina à importação de produtos industrializados e aos problemas comerciais e alfandegários entre brasileiros e argentinos.

Os alemães, contudo, estão apressando a aproximação com os brasileiros e desejam que o mesmo se dê no acordo entre os Blocos, europeu e sul-americano. Eles têm em vista a concorrência chinesa que já ocupa o segundo lugar na pauta das relações comerciais com o Brasil. O problema mostra-se mais intenso no fato de haver coincidência em relação aos produtos alemães, na lista dos dez primeiros produtos importados por brasileiros da China.

A questão é estratégica, por isso, espera-se que haja investimentos para intensificar as relações entre os dois países, como forma de intensificar a busca por soluções em curto prazo para os problemas que envolvem o “Acordo MERCOSUL-UE” e, assim, conseguirem os europeus enfrentar a concorrência chinesa na região.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.