LOADING

Type to search

Share

Os dois lados do estreito de Taiwan assinaram ontem, dia 29 de junho, um “Acordo de Estrutura de Cooperação Econômica” (ECFA), considerado pelos analistas o Acordo mais importante entre eles desde o fim da guerra civil chinesa que separou as duas “Chinas”.

O presidente da “Taiwan’s Straits Exchange” (TSE, sigla em inglês), Chiang Pin-Kung se encontrou com o líder da “Associação Para as Relações entre os Dois lados do Estreito de Taiwan” (ARATS, na sigla em inglês), Chen Yunlin, para comemorar a assinatura do acordo que vem sendo trabalhado ao longo dos dois últimos anos.

 “Durante os últimos dois anos, o TSE e a ARATS convocaram quatro palestras, assinaram 12 acordos e chegaram a um consenso importante. (…) A normalização, duramente conquistada, das relações através do Estreito marca uma situação ‘ganha-ganha’ para Taiwan e a China continental“, declarou Chiang, durante as negociações da manhã do dia 29 de junho.

A assinatura deste acordo não é apenas um importante marco nos laços econômicos entre as duas partes (…). É também um grande passo no âmbito da tendência para a integração regional e a globalização”, completou Chiang.

Além deste “Acordo de Livre Comércio”, os dois lados do estreito assinaram acordos de proteção aos direitos de propriedade intelectual para assegurar proteção às pequenas empresas da ilha de Formosa.

Neste momento, é importante acompanhar as possíveis transformações na política, na economia e na opinião pública taiwanesa, que ocorrerão no processo de implementação do ECFA.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.