LOADING

Type to search

Share

Com o objetivo de apoiar o crescimento da economia do Timor-Leste, os chineses abriram novo mercado voltado às empresas que se estabelecerem no país. Os interessados terão isenção total das taxas aduaneiras.

Este mercado foi anunciado pelo conselheiro econômico da “Embaixada chinesa em Díli”, Yang Donghui, durante uma conferência de impressa sobre a “Zona de Comércio Livre” (FTA) criada em janeiro entre a China e a “Associação das Nações do Sudeste Asiático” (ASEAN), grupo do qual o Timor-Leste está prestes a aderir.

Yang Donghui declarou: “A fim de promover o desenvolvimento econômico de Timor-Leste e reforçar as relações económicas e comerciais entre a China e Timor-Leste, o governo chinês comprometeu-se a dar tratamento tarifário zero a 95 por cento dos produtos originários de Timor-Leste, conforme troca de cartas assinadas pelos dois governos em abril”.

Acrescentou que “da parte da República Popular da China tudo está pronto para que, na primeira fase, 60 % dos produtos que figuram no acordo possam desfrutar da ‘tarifa zero’, o que abrange 4762 tipos de bens, tais como aves e outros animais, produtos aquáticos, produtos primários agrícolas, madeiras e mobiliário, máquinas, têxteis, minerais e muitos outros artigos”.

Pela parte chinesa, toda a estrutura já está consolidada. O país agora aguarda que o Timor-Leste abra as portas para usufruir dos benefícios que este projeto tem a apresentar. As relações sino-timorenses estão crescendo de forma mais ativa

Segundo a chancelaria chinesa, o interessante é contribuir para que o Timor possa ser um pais competitivo na região.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!