LOADING

Type to search

FMI sugere à Espanha que esta faça reforma mais profunda

Share

O “Fundo Monetário Internacional” (FMI) sugeriu à Espanha reformas mais profundas em vários setores como a indústria, as finanças públicas e o mercado de trabalho, para que a economia volte a ser competitiva.

Os desafios são difíceis: um mercado laboral disfuncional, o esvaziamento da bolha imobiliária, um grande déficit fiscal, setor privado pesado e a dívida externa, crescimento anêmico da produtividade, fraca competitividade e setor bancário com bolsas de fragilidades”, alertou o FMI. Apesar destes avisos a Madri, o “Fundo Monetário Internacional” diz que a economia vai começar a crescer, sem referir exatamente quando.

Em abril, a instituição previu que a economia espanhola deverá contrair 0,4% este ano e crescer 0,9% em 2011. Esta estimativa é mais pessimista do que a divulgada pelo Governo espanhol, que declara uma contração de 0,3% em 2010 e um crescimento de 1,3% em 2011.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.