LOADING

Type to search

Irlanda anuncia seu plano de austeridade

Share

O governo da Irlanda revelou ontem, 24 de novembro, um “Plano de Austeridade”, com duração de 4 anos, para controlar a crise financeira do país. Com o Plano, até 2014 o Governo irlandês economizará 15 bilhões de euros, sendo 6 bilhões só no próximo ano.

O “Plano de Austeridade” anunciado agora apresenta três grandes linhas: (1) a poupança, (2) a redução do déficit e (3) o corte nas despesas do Estado.

Prevê-se a redução de 1 euro, para 7,65 euros a hora, no salário mínimo, e o aumento do imposto sobre o valor agregado (VAT, em inglês), dos atuais 21% para 22%, em 2013, com outro aumento para 24%, em 2014.

Entre as medidas anunciadas está o corte nos gastos, a criação de um novo imposto sobre imóveis, além de cortes de milhares de cargos públicos. O Plano pretende cortar 24.750 vagas no setor público; poupar 2,8 bilhões de euros em gastos no setor de bem-estar e aumentar o imposto de renda em 1,9 bilhão de euros, sendo estes os pontos que deverão fazer crescer o descontentamento da opinião pública, como aconteceu na Grécia e em Portugal.

O governo da Irlanda está sendo criticado pela oposição e pela população por se concentrar mais no corte de gastos do que no estímulo ao crescimento econômico. No entanto, o primeiro-ministro irlandês, Brian Cowen, defendeu que o raciocínio por trás do “Plano de Recuperação” é a criação de empregos e promete reduzir o desemprego para menos de 10% até 2014.

Tags:
Daniela Alves - Analista CEIRI - MTB: 0069500SP

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.