LOADING

Type to search

Projetos de investimentos chineses bilionários nos próximos 10 anos

Share

Durante a visita de Dilma Rousseff a China, o presidente da empresa taiwanesa Foxconn, Terry Gou, encontrou-se pessoalmente com a “Chefe de Estado” brasileira para fechar um Acordo bilionário.

No encontro entre Dilma e empresário taiwanes, acordou-se que a Foxcoon entrará no Brasil com uma fábrica para a produção de produtos de tecnologia e informática, assim como o IPod da empresa Apple. A empresa oriental é uma das maiores fabricantes de componentes eletrônicos do mundo, com faturamento em torno de US$ 61,5 bilhões (2009).

O governo brasileiro já havia anunciado o seu interesse em desenvolver “tablets” com valores mais acessíveis ao consumidor, a fim de aumentar a inclusão digital no Brasil. “Ele disse que prometeu a Steve Jobs [o dono da Apple] que seriam produzidos iPads no Brasil até novembro”, afirmou Aluízio Mercadante, ministro brasileiro de “Ciência e Tecnologia”.

A Foxconn irá investir no Brasil US$ 12 bilhões (cerca de 20 bilhões de reais) nos próximos seis anos, tornando-se o terceiro maior investimento estrangeiro no país. Este Acordo chega num momento em que o país está aprimorando seu plano de desenvolvimento tecnológico.

A empresa ficou atrás da Telefônica, que fará investimentos de 24,3 bilhões de reais, e do “BG Group”, que anunciou no mês passado (março) os planos de investimentos que chegarão aos US$ 30 bilhões nos próximos10 anos.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.