LOADING

Type to search

Share

O presidente da Rússia, Dimitri Medvedev, iniciou, ontem, dia 26 de setembro, um roteiro de visita oficial à China, por onde passará por três cidades: Pequim, Dalian e Xangai. Medivedev terá reuniões com o presidente da China, Hu Jintao, e com o primeiro-ministro, Wen Jiabao.

A aproximação visa aprofundar a parceria estratégica entre os dois países resultando ao final de uma “declaração conjunta sobre o aprofundamento multilateral das relações de parceria estratégica”, de acordo com declaração do embaixador russo na China, Serguei Razov.

O objetivo principal são os acordos econômicos a serem firmados, em especial no tocante ao fornecimento de petróleo e gás natural russo, da região do “Mar Cáspio” para a China, prevendo-se a assinatura de um documento sobre “as condições básicas dos fornecimentos de gás russo à China”, entre a Gazprom (empresa  pública russa de hidrocarbonetos) e a CNPC (corporação chinesa de gás e petróleo). O objetivo é fornecer à China 30 mil milhões metros cúbicos de gás a partir de 2015. Alem disso, a russa AtomStroyExport assinará com a China um contrato para projeto do terceiro e quarto reatores nucleares da usina nuclear de Tianwan.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!