LOADING

Type to search

Segundo o BAD, crescimento do Timor-Leste terá continuidade

Share

O “Banco Asiático de Desenvolvimento” (BAD) anunciou pontos positivos sobre o crescimento do Timor-Leste, sendo este um dos países que crescem mais rapidamente na região. Segundo o Banco, a agricultura e o aumento de despesa pública voltada para o desenvolvimento são os combustíveis do crescimento, prevendo que a tendência é de continuidade, ao contrario dos países vizinhos.

Em seus dados estimados, o Timor tende a manter a média de 12,2% de crescimento, conforme foi constatado nas últimas observações. A título de exemplo, pode-se comparar com Papua Nova Guiné, que tem estimativas de 0,5%.  Devido a esta conjuntura, os timorenses tem conseguido recuperar a estabilidade econômica e política,  atraindo investimentos de países próximos, como os da China.

O combustível e os preços dos serviços são muito altos na maioria dos países do Pacífico. Este é um problema que pode ser resolvido através de políticas que aumentem as pressões competitivas e promovam a eficiência”, concluiu Robert Wihtol, diretor geral do “Departamento do Pacífico do ADB”.

Para o ano de 2011, o BAD tem previsões ainda mais positivas, podendo os resultados serem melhores que os das estimativas dos economistas do Banco, quando os investimento em infra-estrutura do país se tornarem mais eficazes e facilitarem as exportações timorenses.

Tags:
Fabricio Bomjardim - Analista CEIRI - MTB: 0067912SP

Bacharel em Relações Internacionais (2009) e técnico em Negociações Internacionais (2007) pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM). Atua na área de Política Econômica com foco nos países do sudeste e leste asiático, sendo referência em questões relacionadas a China. Atualmente é membro da Júnior Chamber International Brasil-China, promovendo as relações sócio-culturais sino-brasileiras em São Paulo e Articulista da Revista da Câmara de Comércio BRICS. Também atuou como Consultor de Câmbio no Grupo Confidence.

  • 1

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá!